sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Escolha

"Depois de passar-me a mala para as mãos, despediu-se rapidamente com um beijo no rosto e empurrou-me para a direcção do comboio. Era como se estivesse a fazer com que tudo fosse dolorosamente mais rápido. A decisão tinha sido tomada pelos dois. Não sabíamos ao certo se seria o melhor para ambos mas sabíamos que esta era a única forma de saber - tentar.
Depois de entrar, deixei-me ficar junto á porta. A mesma fechou-se e eu fiquei a olhar o rosto envergonhado do homem que deixava para trás. Várias imagens passaram pela minha cabeça: o primeiro beijo, a primeira noite, o primeiro ano, o primeiro pesadelo, a primeira ausência (...)
Limpei as lágrimas com raiva da minha própria vergonha e virei o rosto com medo de obrigar alguém a parar o comboio.
Só mais tarde percebi que nunca deveria ter partido para onde quer que fosse. ♥ "

1 comentário:

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa