sexta-feira, 8 de julho de 2011

Para todos aqueles que amam

Sabe aquele casal perfeito? Um dia eles vão se separar. Sabe aquele casal impossível? Um dia eles vão se amar ao extremo. Porque? Simples, essa é a lógica do amor. Confundir sua cabeça.As noites passam tão devagar quando estás longe - o relógio parece parado, o meu coração atarantado e os meus passos parecem cada vez mais incertos.
Cada vez que oiço alguém a subir as escadas, as minhas pernas ficam tremules, o chão parece parado e o meu coração acelera, incerto de todas as certezas - o teu regresso.
Please just say you’ll come back…
São horas e horas de sofrimento, de dor, de desengano. Horas perdidas sem tempo para pensar na pessoa que espera, mas sim na pessoa por quem espero. Cada dia que passa, as olheiras aumentam, o coração fica mais fraco e a alma mais vazia. O que desejo é perder a esperança - sentimento maldito e traiçoeiro que nos leva a trocar a vida por um momento de desengano.
Quero acreditar que tudo isto vai terminar, que as paredes do quarto vão mover-se com os nossos sorrisos, que os lençóis vão voltar a dançar ao ritmo do nosso suor (...)
Contudo, o tempo é escasso para tudo o que necessito. As noites estão mais escuras do que um dia já foram, tal como os lábios mais secos que a própria água.
Estas palavras incertas e amadas que citei, são para o amor que perdi, a vida que escolhi, o destino que não tracei e o caminho que, cobardemente, recusei seguir.

Para todos aqueles que amam - o amor doí, a dor sofre e só sofre quem verdadeiramente ama.

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa