sábado, 9 de março de 2013

Reflexo



"É estranho como, ás vezes, eu sinto que amo tudo em ti e, outras, eu sinto que és apenas o reflexo de tudo o que eu já amei.
O que realmente eu precinto é que o passado parece ter sido de tal forma perfeito e intenso que, no presente, não há nada que me prenda. Nada que nos fassa realmente querer viver. Os momentos parecem repetitivos, as palavras demasiado vulgares, os lugares vazios, as pessoas ausentes e, infinitamente, eu sinto-me sozinha.
Todas as noites, esteja cansada ou sem sono, eu pouso a cabeça na almofada e penso como era quando eu não dormia porque passava a noite a pensar em ti. O que realmente eu sinto é que amo demais e exijo demais aquilo que, talvez, eu já não mereço. Mas eu amo-te. E tu sabes disso."

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa