sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Angustiada

Um dia já quis ser princesa do reino dos outros, amante do coração mais nobre e detentora da maior felicidade possível. Porém, com o tempo, fui-me apercebendo que a vida não é como nos livros que lia antes de adormecer.
As histórias são diferentes da História. O ser humano sonha, o ser humano cria e o ser humano constroi mas, por trás de toda a novidade, existe nele um lado mais puro e simultâneamente egoísta - A recordação de um tempo perdido. Aquela que magoou tantos poetas, aquela que inconscientemente é vista como o tempo de "ouro". É lá que moram as princesas e os Príncipes e todas as alegrias de um tempo sem fim.
No fundo, se o Homem soubesse, desde logo, o sofrimento pelo qual terá de passar depois da inconsciência infantil, aposto o meu coração como, covarde como é, preferia não nascer .

Tudo o que somos não passa daquilo que tentamos ser e, muitas das vezes, morremos sem tentar ou perdemos a cabeça a conseguir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa