quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Chiuu ! Quero falar.

Numa consciência pura habita a noção de que tudo em meu redor é puramente impuro. As falácias das quais sofro são prova de que nem tudo são certezas e que da vida também fazem parte as desvarias da minha alma. Em mim habitam as fraquezas da ambiguidade, as impurezas de uma vida atropelada pela pressa de viver e de atingir a realização ideal á qual ninguém chega.


E assim, a chave do meu mundo reside no inconsciente, parte integrante da minha alma, da qual eu desconheço toda a parte e mais alguma. Eu sou o navio naufragado a quem ninguém lembrou o naufrágio, e assim ficarei perdida para o resto da vida. Sem saber onde fica a chave do cofre que é o meu coração.

Obrigado pela a oportunidade, ainda que em vão.

4 comentários:

  1. é lindo, é simplesmente linda a maneira como escreves :3
    adorei, a serio

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Lindo, adorei o teu post, e o teu blog, a música esta adequada a este blog, gostei mesmo :)
    Vou seguir.*
    Beijinho, mariainês

    ResponderEliminar
  4. Fazia um tempão que não ouvia essa música, achei seu blog por acaso e me encantei. Você é de Porto? Sou do Rio de Janeiro, Brasil.
    Enfim, amei o texto!

    beijos.

    ResponderEliminar

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa