domingo, 4 de julho de 2010

Com medo


É na incerteza das palavras que mora a realidade e o verdadeiro sentido daquilo que sou.
Nunca sonhei nada para mim, nunca me idealizei nem nunca quis voar mais do que as asas que não possuo.
Não minto para me proteger mas minto para ver se me acordam deste mundo ao qual penso não pertencer.
Sonho e sonho e vou mentindo a mim mesma, sei que me magoo mas nem por isso deixo de fazê-lo..

Quero viver para além disto, mas tenho medo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa