segunda-feira, 7 de junho de 2010

Egoísta

Eu dou-te o tempo, dou-te o mundo (...) eu dou-te o que precisares, vai com a promessa de que voltas, mesmo sendo essa promessa temporária.
Eu espero, eu espero 100 anos, eu prefiro morrer a esperar que morrer a ver-te sofrer.
Eu sei, eu tenho noção das coisas que faço, de tudo o que estou a fazer mas ...
Hoje, eu faria tudo igual mesmo sabendo o desfecho, eu não mudaria nada da nossa história, nem mesmo as personagens(...)

eu acredito que um dia vou acordar e ver-te sentado na prateleira do meu quarto, eu não te quero como um objecto, mas quero-te para sempre perto de mim.

Nunca foi minha intenção usar-te nem brincar contigo como eu brincaria se fosses um boneco, eu (...) faço tudo o que está ao meu alcance para mostrar o quanto ...
(se fosses capaz de preencher as reticencias, era tudo bem mais fácil.)

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Tudo o que escrevo não está escrito em livro algum senão no meu, tudo o que sinto não é sentido por mais pessoa senão a minha. Um obrigado do fundo do coração a todos aqueles que fazem deste sonho uma realidade." Bianca D'Sousa